08.06

SPFW e A Gente Transforma: entenda a colaboração.

Oi pessoal!

O Marcelo conversou com a equipe do portal FFW e o texto final ficou tão bacana que a gente decidiu dividir com vocês. Por meio dessa notícia você poderá entender melhor a colaboração entre o São Paulo Fashion Week (edição Verão 2012/2013) e o A Gente Transforma.

“Fiquei muito surpreso e muito feliz quando o Paulo Borges me disse que não esperava de mim que eu fizesse cenografia, e sim, que eu pudesse contar o projeto e expor o seu conteúdo dentro do espaço do evento”, contou Marcelo ao time do FFW.

Estamos super ansiosos para ver tudo acontecer na próxima semana! Fica aqui nossa gratidão à todos que constroem o AGT junto com a gente, desde 2009! A Família AGT cresce a cada dia com a formação de novas redes, parcerias e contribuições.

Obrigado também a todo time do Portal FFW.

Leia abaixo texto completo:

Os designers Pedro Ferreira, Marcelo Rosenbaum e Rita João coordenam a equipe de artesãs que trabalham com a palha. Na foto, imagem do produto “Bogoió de Argolas”. Pedro Ferreira e Rita João são portugueses, do escritório Pedrita, e vieram a convite de Rosenbaum participar do projeto “A Gente Transforma” ©Tatiana Cardeal

(Fonte: Portal FFW)

Marcelo Rosenbaum terá participação mais que especial na edição Verão 2012/2013 do SPFW, trazendo, a convite de Paulo Borges, o conceito de seu projeto “A Gente Transforma” para o Pavilhão da Bienal. O AGT, que trabalha para promover o desenvolvimento local de comunidades tradicionais do interior do Brasil por meio do design, terá sua história contada em palestra no dia 13 de junho e na exposição idealizada pelo designer para a semana de moda.

Abaixo, Rosenbaum fala ao FFW sobre o projeto e seu envolvimento com o SPFW Verão 21012/2013:

O PONTO DE PARTIDA PARA PARCERIA COM O SPFW:

“A ideia central é expor o conteúdo do projeto “A Gente Transforma” pelo evento. Fiquei muito surpreso e muito feliz quando o Paulo Borges me disse que não esperava de mim que eu fizesse cenografia, e sim, que eu pudesse contar o projeto e expor o seu conteúdo dentro do espaço do evento. Com esse briefing iniciamos o projeto, pensando em contar uma história, o que deve resultar em uma exposição que não tem a pretensão de decorar o prédio da Bienal, mas de trazer para o público um pouco dessa experiência tão rica que o “A Gente Transforma” tem proporcionado, um olhar inclusivo e contemporâneo para o Brasil”.

TEMAS E INSPIRAÇÕES:

“O “A Gente Transforma” é um projeto que usa o design para expor a alma brasileira. Tem como principal objetivo inserir o artesanato no mercado brasileiro e internacional de decoração e envolve diretamente comunidades tradicionais do interior do Brasil. O resultado é a criação de coleções exclusivas, esteticamente avançadas e que valorizam o design de raiz. É empreendedor e ao mesmo tempo gera impacto social, econômico e ambiental em suas áreas de atuação, tendo como plataforma principal o design sustentável. Em 2012, o AGT aconteceu no povoado de Várzea Queimada, no município de Jaicós (PI). É uma das regiões com menor IDH do Brasil. O AGT uniu antigos conhecimentos a modernas técnicas de design”.

NÚMEROS:

“Para criar o projeto “A Gente Transforma”, estamos trabalhando desde 2009. No projeto dessa edição do SPFW estamos trabalhando há mais ou menos um mês. O “AGT” tem uma equipe de 47 pessoas e impacta diretamente uma comunidade de mais ou menos 900 pessoas em Várzea Queimada, no Piauí”.

OS MAIORES DESAFIOS:

“O grande desafio é otimizar a oportunidade que o SPFW nos dá para mostrar o projeto em sua totalidade e importância. Acredito em novos modelos para o desenvolvimento do país, de uma forma leve e consistente. O “A Gente Transforma” traz um olhar novo para o design, porque tem como objetivo o desenvolvimento local, a partir da forma como se relaciona com a comunidade e com o mundo, conectando o local com o global. Traz Várzea Queimada para o SPFW, com sua história impressa em produtos de design de raiz feitos pela comunidade e para a comunidade, levando geração de renda e empoderamento a partir da vocação genuína dessa comunidade que é o artesanato.

Até aqui, a grande dificuldade foi conseguir realizar o “A Gente Transforma” sem patrocinador, contando somente com os apoios locais. Foram as parcerias estratégicas com o Sebrae local, Governo do Piauí e Prefeitura de Jaicós que nos ajudaram a viabilizar a logística da primeira etapa do projeto. A nossa grande missão agora é atrair parceiros da iniciativa privada para a continuidade do projeto, que prevê a expansão para outras áreas geográficas do Brasil, sempre com foco no desenvolvimento local a partir do design sustentável. O SPFW tem um papel muito importante no futuro deste projeto”.

O DESTINO DO MATERIAL APÓS O EVENTO:

A exposição do projeto será itinerante, pretendemos expor em um museu em São Paulo e em outros lugares do Brasil e do mundo.

1 Comentário

  1. Clea Venina

    Coordeno projetos de artesanato pelo serviço de extensão de MG, penso que poderíamos nos candidatar a extender esse projeto num região mineira com baixos indices de IDH e caraceterísticas semelhantes é na região do Vale do Jequitinhonha e Norte de MInas.
    Os objetivos são semelhantes desenvolvimento, fixação das pessoas no meio rural onde possuem suas terras e raízes, resgate de cultura em produtos artesanais, melhoria de qualidade de vida, elevação da auto estima, geração de renda e empoderamento dos artesãos agricultores familiares.
    MARAVILHOSO ESSE PROJETO SE ABRIR NOVAS FRENTES INCLUA MINAS. PARABÉNS ….

    11 / 07 / 2012 às 19:06